Os Piores do Ano 2014

Sinceramente eu não sou muito esquisita com os livros, até costumo dar pontuações mais altas do que devia, mas alguns são autênticas desilusões, principalmente se estavamos com grandes expectativas antes de os ler.

Neste ano não tenho nenhum stand alone nesta categoria, apenas tenho 4 livros de séries que comecei ou que tentei continuar, são eles:

DSCN1894

Bruxa de Elite The Hollows #4 da Kim Harrison. A história estava interessante, admito isso, mas este livro não me saía das mão e agora nem consigo olhar para ele. Vou ler o próximo da série e se voltar a acontecer o mesmo, deixo de vez esta série.

DSCN1895

Cobiça Fallen Angels #1 da J. R. Ward. Gostei da série da Adaga Negra, mas neste os diálogos foram muito fracos, parecia que estava a ver um filme de baixo orçamento em que o argumento é feito em 5 minutos. Talvez pegue no segundo livro para dar mais uma oportunidade mas ainda não me decidi.

DSCN1893

Insaciável Insatiable #1 da Meg Cabot. Uma tentativa de remake do drácula, não me disse grande coisa.

DSCN1892

Indomável House of Night #4 da P. C. e Kristin Cast. Esta nunca foi uma série 5*, nem 4* sequer mas eu tentei ler e depois da promoção destes livros numa revista eu comprei alguns e sinceramente, estou a lê-la porque já estou muito avançada e quero ver como acaba.

Este ano as capas mais fraquinhas que tive foram estas 3:

DSCN1890

Não tenho nada contra estas capas mas são muito simples e pobres e para as histórias que têm, podiam ser muito melhores.

DSCN1892

Esta é provavelmente uma das piores capas desta série em português, na minha opinião. Estava a ir com capas tão bonitas e engraçaditas e esta ficou muito aquem.

Em relação a personagens houve apenas uma que se destacou pela negativa e é uma coisinha intragável, temos a Nan da série Too Far da autora Abbi Glines. É uma miúda mimada, irritante que tem  a mania que todos têm de lhe fazer as vontades e pensa que o mundo gira à volta dela e não percebe nem quer perceber porque as pessoas a contrariam.

Os Melhores do Ano 2014

Este balanço está atrasado mas ainda não é tarde. Revendo todos os livros que li em 2014 (99) tentei escolher os que achei melhores e os piores, os que tiveram as capas mais originais e que fizeram as delícias dos meus olhos e as personagens que mais gostei.

Ora aqui vai, os livros que mais gostei e que podem ser considerados stand alone foram apenas 2:

Melhores livros stand alone

Cruel Beauty da Rosamund Hodge.

Once and Always da Judith McNaught.

As séries que li e que mais gostei e que no fim não queria que acabassem nunca, foram:

Danielle L. Jensen

The Malediction Trilogy da autora Danielle L. Jensen. Uma leitura muito interessante, não costumam haver muitos livros sobre trolls e este foi muito bem escrito e estou em pulgas para ler o próximo.

Ilona Andrews

Kate Daniels da autora Ilona Andrews. Estou viciada nesta série e já tenho mais livrinho cá em casa para ler.

J. D. Robb

In Death da autora J. D. Robb. Esta série é enorme mas eu adoro a minha Eve Dallas, e todas as outras personagens, chegámos a um ponto e parece que já as conhecemos todas e fazem parte da família.

Jana Oliver

The Demon Trappers da autora Jana Oliver. Uma leitura inesperada, comprei este livro numa altura em que andava a ver o que havia por aí e encontrei 2 volumes num só em promoção e adorei cada página.

Josephine Angelini 1

Starcrossed da autora Josephine Angelini. Esta autora é fantástica e a mistura da mitologia com a atualidade ficou muito bem, adorei a história de Troia recriada.

Josephine Angelini 2

The Worldwalker Trilogy da autora Josephine Angelini. Li este livro por ser da Josephine Angelini e como tinha gostado tanto de ler Starcrossed arrisquei com este e acho que ainda gostei mais desta série.

Julia Quinn

Bridgertons da autora Julia Quinn. Outra das minhas autoras e séries preferidas. São personagens queridas e com quem nos identificamos. Esta família é meio maluca mas sõa todos lindos.

Laini Taylor

Daughter of Smoke and Bone da autora Laini Taylor. Uma história diferente do habitual, em que os monstros não são tão maus como parece e os anjos não são tão bons como pensamos.

Marie Rutkoski

The Winner’s Curse Trilogy da autora Marie Rutkoski. Uma espécie de Romeu e Julieta. Estava muito emplogada para ler este livro pelas reviews que tinha lido e gostei muito. A história está muito bem escrita e não caiu em clichés baratos.

Sarah J Maas

Throne of Glass da autora Sarah J. Maas. A história de uma assassina que ainda tem muito para revelar do seu passados e das suas origens. Tem uma das minhas personagens preferidas e eu li estes livros como se não houvesse amanhã.

Susan Ee

Penryn & The End of Days da autora Susan Ee. Esta é outra história completamente diferente também, os anjos vieram para nos aniquilar/conquistar, andam monstros a rondar nos cantos escuros e os humanos vivem com medo e escondidos.

As capas mais bonitas que vieram parar à estante durante as leituras curiosamente foram das leituras que mais gostei também:

Melhor capa 1

Amei esta capa, está tão simples mas o contraste entre o negro e o vermelho está fantástico e as escadas a formar uma rosa está muito giro.

Susan Ee

Outras 2 capas que gostei muito foram estas 2, não têm muitos detalhes mas, novamente, o jogo de cores saiu muito a ganhar e dá vontade de estar sempre a olhar para elas.

Houve muitas mais capas bonitas que também mereciam estar aqui, mas vou deixar estas 3.

As personagens que mais me marcaram pela positiva foram:

Kate Daniels a série tem o mesmo nome, da autora Ilona Andrews.

Eve Dallas da série In Death, da autora Nora Roberts sob o pseudónimo de J. D. Robb.

Celaena Sardothien da série Throne of Glass, da autora Sarah J. Maas.

Este ano calharam todas personagens femininas, deve ser por estar mais virada para o género das heroínas. Todas elas são fortes e determinadas, teimosas como mulas e às vezes tão alheias aos sentimentos que se passam à volta delas. São 3 séries totalmente diferentes mas estas 3 mulheres/raparigas são muito parecidas.

Balanço das Leituras do Ano 2014

Depois do fim do ano, temos de olhar para trás e ver tudo o que se passou durante o ano anterior e fazer um balanço dos mehores e dos piores momentos. Por isso, aqui vai o meu balanço em relação a todas a minhas leituras.

2014 teve 99 livros lidos, o que dá uma média de 8,9 livros por mês.

32119 páginas lidas, com uma média de 88 páginas por dia.

Os melhores meses foram Setembro com 14 livros lidos e Agosto com 4600 páginas lidas.

O pior mês foi Janeiro com apenas 2 livros e 1362 páginas lidas (uma desgraça, comecei mesmo mal o ano).

Comprei no total 158 livros, 59 em português, 90 em inglês e 9 ebooks todos em inglês.

Destes todos apenas li 44 em português, 45 em inglês e 10 ebooks, ficaram ainda muitos na prateleira para ler.

As editoras mais lidas em português foram a Saída de Emergência com 22 livros e a Topseller e a ASA com 5 cada uma.

Editoras estrageiras temos a Piatkus com 8 livros e a ACE Books com 4.

Consegui ler 35 novos autores, acho que não está nada mal. Para o próximo ano tenho muitas continuações de séries para ler, a ver se consigo ler novos autores também. Desses novos, está aqui uma listinha deles:

2014
Autor Livro
1 Nicole Jordan A Sedução
2 Susan Ee Angelfall 1
3 Melissa Landers Alienated
4 Gwyn Cready Eterna Paixão
5 J. Kenner Liberta-me
6 Mary Balogh Ligeiramente casados
7 Eve Berlin De Olhos Fechados
8 Josephine Angelini Starcrossed 1
9 Ally Condie Matched 1
10 Alice Hoffman Encantamento
11 Danielle L. Jensen Stolen Songbird
12 Abbi Glines Paixão sem Limites
13 Scott Speer Immortal City
14 Sophie Kinsella I’ve Got Your Number
15 Rosamund Hodge Cruel Beauty
16 J. S. Cooper Rhett
17 Jana Oliver Forsaken 1
18 Chloe Neill Firespell 1
19 Dirk Davenport The Erotic Detective
20 Sylvia Day Iron Hard
21 Jamie Mcguire Beautiful Disaster
22 Ilona Andrews Magic Bites 1
23 Marie Rutkoski The Winner’s Curse
24 Tahereh Mafi Shatter Me
25 Laini Taylor Daughter of Smoke and Bone
26 Jennifer Armentrout Daimon
27 Sarah J. Maas Throne of Glass
28 Collen Hoover Hopeless
29 Judith McNaught Once and Always
30 Janet Evanovich One for The Money
31 Elle Casey Shine Not Burn
32 Emma Chase Envolvidos
33 Monica Murphy Uma Semana Para Te Amar
34 Mia Sheridan Archer’s Voice
35 Maya Banks Nunca Seduzas um Escocês

Os autores mais lidos foram Nora Roberts com 9 livros, a P.C. Cast e Kristin cast com 8 e Sherrilyn Kenyon e a J.D. Robb (pseudónimo da Nora Roberts) com 7 cada uma.

O livro maior que li foi Cobiça da J.R. Ward com 520 páginas.

O mais pequeno foi Daimon da Jennifer Armentrout com 75 páginas.

Os géneros mais lidos foram Fantasia com 33, Romance Histórico e Fantasia Urbana com 14 cada um.

Os menos lidos foram Ficção Histórica, Ficção Científica e Retellings de Contos de Fadas, com 1 cada um (os retellings este ano têm de ser muitos mais devido ao Fairytale Retelling Challenge.

Li 37 livros Young Adult, 11 New Adult e 52 Adult.

Em relação a séries, continuei de outros anos 7 delas:

The Mortal Instruments da Cassandra Clare

Because You Are Mine da Beth Kery

The Bridgertons da Julia Quinn

Hollows da Kim Harrison

In Death da J.D. Robb

House of Night das P.C. Cast e Kristin Cast

Dark-Hunter da Sherrilyn Kenyon

Este ano comecei 20 novas séries, falarei das melhores num novo post.

Este ano também consegui começar e acabar 2 séries, The Demon Trappers da Jana Oliver e Starcrossed da Josephine Angelini. Estas 2 séries foram das melhores coisas que me podiam ter chegado às mãos, estão na lista para reler, valem a pena.

Os melhores e piores do ano estarão num novo post fiquem atentos.