Despedaçada – Opinião

Tânia Dias - Broken DespedaçadaTítulo: Despedaçada (Broken #1)

Autor: Tânia Dias

Editora: Chiado Editora

Páginas: 422

Género: Fantasy

Sinopse: Assumir o seu papel como líder não estava nos planos de Alexia White, mas quando a sua mãe perde a vida num terrível assalto ao castelo, ela vê-se sem opções.
Num mundo onde os fracos se distinguem dos fortes pelos dons que possuem, Alexia está no topo da lista e precisa de aprender a lidar com os seus dons se pretende recuperar Starnyz das garras do traidor. Ian Bealfire, um homem que exala arrogância e prepotência por todos os poros, parece disposto a ocupar o lugar de seu Mestre.
Há quem diga que a jovem está destinada a salvar o mundo mas despedaçada pelas perdas que sofreu e assombrada pelas memórias do passado, será mesmo capaz de o fazer, quando nem a si parece ser capaz salvar?

Opinião

Foi uma boa leitura e estou surpreendida pela positiva com esta autora. Sendo o primeiro livro não estava com grandes expectativas mas estava curiosa para ler esta história e fiquei contente quando cheguei ao fim, gostei mesmo muito.

Como personagem principal temos a Alexia, ela é uma rapariga despedaçada pela morte da mãe e do pai, pelo do desaparecimento do noivo e por ter herdado um reino em guerra. A autora conseguiu transparecer toda a angústia, dúvidas e frustração que a Alexia sente e isso fez com que eu criasse uma certa empatia com a personagem. Aliado a tudo isso, ela descobre que num mundo onde grande parte das pessoas possui algum tipo de ligação com os elementos, ela consegue manipulá-los a todos, o que a torna muito especial.

Outra das personagens de que gostei foi a melhor amiga dela, a Sophie, que é também responsável pela segurança e exército. Embora a autora refira muitas vezes que a Sophie e a Alexia se dão muito bem e são super amigas, acho que faltou passar isso para o leitor. Não houve nenhuma conversa profunda entre elas e as que tinham eram rápidas e superficiais. Este é um ponto que a autora pode melhorar no próximo livro.

A relação entre a Alexia e o noivo, Aaron, também achei muito leve, para quem gostava tanto dele e estava desesperada para o encontrar, acho que foi tudo tratado de forma leviana. Talvez devido aos sentimentos confusos da Alexia pelo Ian?

A relação entre a Alexia e o Ian é estranha, a parte dela se sentir atraída por ele eu percebo, mas da parte dele tem muito mistério envolvido. Em relação ao Ian ficam muitas questões no ar, como é que ele tão novo vai ser o mestre da Alexia? Será que foi mesmo a mãe da Alexia que o encarregou de ajudar a filha? Se sim, o que é que ela sabia em relação aos poderes da Alexia? Estas e tantas outras questões foram surgindo ao longo da leitura. Este Ian foi sem dúvida uma mais-valia para a história.

Toda a ação passada em Katuak e toda a sociedade que a autora criou neste novo mundo são muito interessantes. Espero que estas personagens voltem no próximo livro ou que tenham direito a um livro só delas. Gostava muito de saber o que vai acontecer com a Stephanie, se vai seguir os conselhos da Alexia e fazer frente à rainha ou se vai ser sempre a rapariga tímida que foi ao longo da narrativa.

O mundo que a autora criou é interessante, com muita gente a ter acesso aos elementos, embora tenha gostado mais de Katuak por todo o potencial que tem, até para ter direito a uma história à parte. Na minha opinião a autora podia ter detalhado mais o mundo de Alexia e outras personagens do seu reino, isso iria enriquecer a narrativa.

Este livro não é perfeito, tem as suas falhas como referi anteriormente mas o único ponto negativo que tenho a salientar na leitura deste livro não tem nada a ver com as personagens ou com a história, é mesmo relacionado com os erros gramaticais. Existiram muitos, não digo em todas as páginas mas em quase todas e isso quebrou muito o ritmo da leitura. Confusão entre o e o à, vírgulas onde não eram precisas, alguns erros em palavras. Se tudo isso tivesse sido corrigido a leitura tinha sido impecável.

Em suma, para uma estreante foi uma obra muito boa, a história e as personagens deixaram-me com o bichinho atrás da orelha e quero muito ler o próximo, que até já está na minha wishlist. Por tudo isso eu recomendo este livro para quem gosta de fantasia, magia, guerras e muitos segredos à mistura.

goldgoldgoldgoldgray

Advertisements

2 thoughts on “Despedaçada – Opinião

  1. Pingback: Feira do Livro do Porto 2016 | Anita Days

  2. Pingback: Feira do Livro do Porto 2016 2ª Visita | Anita Days

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s