Emerald Green – Opinião

Kerstin Gier - Emerald Green blogTítulo: Emerald Green (The Rubi Red Trilogy #3)

Autor: Kerstin Gier

Editora: Henry Holt and Company

Páginas: 451

Género: Young Adult; Fantasy; Time travel

Sinopse: Gwen has a destiny to fulfill, but no one will tell her what it is. She’s only recently learned that she is the Ruby, the final member of the time-traveling Circle of Twelve, and since then nothing has been going right. She suspects the founder of the Circle, Count Saint-German, is up to something nefarious, but nobody will believe her. And she’s just learned that her charming time-traveling partner, Gideon, has probably been using her all along. Emerald Green is the stunning conclusion to Kerstin Gier’s Ruby Red Trilogy, picking up where Sapphire Blue left off, reaching new heights of intrigue and romance as Gwen finally uncovers the secrets of the time-traveling society and learns her fate.

Opinião

Último livro de uma trilogia fantástica, já andava em pulgas para o começar a ler. Posso dizer que, na minha opinião, não foi tão bom como os outros dois mas mesmo assim foi muito bom de ler e de poder chegar ao fim de uma série com um sorriso na cara e satisfeita por ter deitado as mãos a estes livrinhos 🙂

Gosto muito da Gwen, uma miúda simples, não é estúpida mas também não nenhuma super heroína. Ela mantém-se igual ao que tem sido nos outros livros e é com muita pena minha que eu continuo a não gostar da forma como ela se comporta em relação ao Gideon, acho que ela não pensa em mais nada além de ele ser lindo, ter uns olhos fantásticos e ser muito jeitoso.

Neste último livro da série também continuo a não gostar do Gideon, temos pena. O rapaz trata mal a Gwen, não fisicamente, mas parece que anda a brincar com os sentimentos dela. Não a deixa fugir um milímetro às regras quando viajam no tempo, mas ele pode dançar e perder o tempo que quer com outra que já não há mal nenhum nisso. Assim, o romance entre eles não me despertou nenhum sentimento, dei por mim muitas vezes a revirar os olhos perante as atitudes da Gwen, haja paciência. Mais para o fim quando ele explica à Gwen porque é que a tratou como tratou não me convenceu muito, podia ter sido honesto com ela desde o princípio.

A melhor amiga, Lesley é 5 estrelas, sempre pronta para ajudar a Gwen contra a família e nos esquemas relacionados com os viajantes no tempo. Adoro a amizade entre elas, fazem tudo uma pela outra e compreendem-se bem. A Lesley foi das personagens que mais gostei e também do romance dela com o irmão do Gideon, Raphael.

O Xemerius, o demónio fantasma que a Gwen vê é um máximo, língua afiada e diz o que quer. De qualquer maneira ele pode dizer o que quer porque ninguém o consegue ver além da Gwen. Acho que o livro ganhou bastante com ele, não que contribua muito para a história em si, mas é muito engraçado e dá uma certa leveza ao livro.

A Charlotte é a típica cabra, tão mesquinha e chata. Acho que as atitudes dela são exageradas e a inveja que sente de Gwen é muita mesmo. Sempre foi o centro de todas as atenções na família e teve o protagonismo todo e de um momento para o outro passa para segundo plano e “perde” o rapaz de quem gosta. Se podia ser mais má para a Gwen? Talvez, mas seria difícil.

O mordomo, Sr. Bernard apareceu mais nesta história e gostei muito dele, muito simpático e sempre presente (vindo sabe-se lá de onde) para ajudar a Gwen.

O Conde é o malvado da história toda e não estava nada à espera do final e de ele ser quem era. Acho que ele podia ter sido mais bem desenvolvido. A autora deu muito enfase às viagens e ao romance entre a Gwen e o Gideon e, neste caso, o Conde ficou com muita coisa para dizer sobre ele.

As variáveis sobre o que se pode e não se pode fazer, quando se viaja para o passado, e o que acontece quando se altera esse passado deixou-me um bocado confusa. Isto porque todas as viagens estão documentadas e umas vezes não se sabia o que ia acontecer quando iam ao passado e outras vezes já se sabia porque já tinha sido tudo escrito antes (porque já lá tinham ido)… muito confuso de vez em quando. De outras vezes o que eles faziam no passado alterava por completo o presente mas quando a Gewn salvou o James já não houve nenhum problema. Estas histórias sobre viagens no tempo têm sempre muitas variáveis e dependem da interpretação de cada um, neste caso do autor do livro.

Houve muitas cenas que foram apressadas ou então não apareceram de todo no livro e só foram resumidas no capítulo seguinte. Isso não é bom para quem está a ler a história e quer saber mais sobre estes pontos-chave da narrativa. Uma dessas situações é quando a Gwen fala com os pais verdadeiros, a autora não escreveu nada sobre esse diálogo, só mais à frente é que aparece uma referência a isso. Essa cena não seria uma das mais importantes nos 3 livros? Não deveria ter tido mais protagonismo? Na minha opinião sim, na da autora não.

Outra das coisas que não gostei foi do facto da Lucy, Paul, Gwen e Gideon encontrarem-se para formar um plano para derrotar o Conde e não fazermos ideia sobre o que o plano é, à medida que ia lendo o que se passava com a Gwen ela dizia que estava tudo a correr como planeado e depois já não estava e eu fiquei perdida. Parecia que estava a ler um policial e só no fim é descobrimos tudo, porque é só quando faz sentido sabermos tudo. Neste tipo de livros eu acho que isso não faz sentido.

No fim tudo acabou bem, o mau foi vencido e o amor de dois jovens conseguiu triunfar. Apesar de pelo meio do livro haver umas falhas, gostei muito do final. Um livro deste género, tendo em conta o rumo que levava, não podia ter acabado de forma mais perfeita.

No geral esta trilogia é muito boa, gostei mesmo muito de a ler. Não é perfeita, mas o que é que consegue ser? Adorei a Gwen e a forma simples e real como ela é e também adorei as outras personagens. É sem dúvida uma série que eu recomendo a toda a gente ler, muito engraçada e dá para passarmos bons momentos. Leiam, leiam, leiam porque vale a pena.

goldgoldgoldgoldhalf

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s