Pelo Correio #9

Esta semana foi escassa em termos de livros mas lá chegaram 2 pelo correio.

Pelo Correio 29-3-15

The Winner’s Crime, The Winner’s Trilogy #2 da Marie Rutkoski

Mistral’s Kiss, Merry Gentry #5 da Laurell K. Hamilton

O The Winner’s Crime é o segundo volume de um livro que eu adorei, foi um dos preferidos do ano passado. Só espero que este segundo seja tão bom como esse.

O Mistral’s Kiss comprei-o a um preço bastante atrativo e vai servindo para aumentar esta coleção.

Espero em breve ter uma opinião sobre eles.

318 – Opinião

Autumn Kalquist - 318

Título: 318 (Fractured Era Archives)

Autor: Autumn Kalquist

Editora: Kindle

Páginas: 19

Sinopse: A Defect and Legacy Code Prequel Novelette.
Each story in the Fractured Era Archives reveals the truth behind the mysteries hinted at in the bestselling Fractured Era series.
No one knows what really goes on in the Protected Camps… except the Protecteds. It’s a secret that can’t get out.
Test Subject 318 wants to die. But if she dies, she’s taking him with her…

Opinião

Mais uma fantástica short story desta autora, é muito pequenina, 19 páginas e quando a li nem dei pelo tempo passar. Ao início pensei, que por ser tão pequena, as coisas iam passar-se muito rápido, enganei-me.

Este livro conta-nos a história da paciente 318 que foi levada para os laboratórios para ser estudada, visto que tem um sistema imunitário capaz de sobreviver a todas as doenças. Por isso ela passou os últimos anos a ser injetada com as mais diversas doses de doenças e sobreviveu sempre. Ela continua a sofrer até que aparece um novo doutor e ele ajuda-a a recordar-se de quem é na verdade e ajuda-a a fugir. O final foi arrepiante mas foi merecido.

A forma como a autora escreveu esta personagem fez com que eu sentisse uma empatia com ela, era como se eu estivesse lá a sofrer com ela. Acho fantástico quando um autor consegue transmitir por palavras esta quantidade de sentimentos.

Esta é a segunda short story da autora que leio e fiquei rendida. Sem dúvida que vou continuar a ler mais livros dela.

goldgoldgoldgoldgold

Decode – Opinião

Autumn Kalquist - Decode

Título: Decode (Fractured Era Archives)

Autor: Autumn Kalquist

Editora: Kindle

Páginas: 34

Sinopse: A Defect and Legacy Code Prequel Novelette.
Each story in the Fractured Era Archives reveals the truth behind the mysteries hinted at in the bestselling Fractured Era series.
Disease ravages humanity, killing millions across the globe. Haunted by the loss of her son to the deadly illness, geneticist Avia Sherman must find the strength to keep going. To find a cure.
It’s called The Protected Project. To save mankind, Avia must find the missing key to create superimmunity in unborn children… before the world plunges into desolation.

Opinião

Este livro é uma short story que vem complementar as outras 2 séries desta autora, Legacy Code e Defect. Passa-se num mundo futuro, em que o planeta foi varrido por doenças, bactérias e vírus cada vez mais resistentes, que fazem com que a medicação existente seja inútil.

Quando comecei a ler não estava à espera de ficar tão rendida à escrita desta autora. É uma escrita simples mas que nos consegue agarrar desde o primeiro parágrafo.

As personagens, neste caso a geneticista Avia, estão escritas com uma qualidade fantástica. Eu consegui sentir a mágoa e a dor dela e nalguns momentos o meu coração partiu-se com situações que ela passou. Achei esta personagem muito forte, apesar dos seus problemas e o final foi merecido.

Não temos aqui nenhum romance, temos sim uma história de amor de uma mãe que perdeu um filho para a pandemia de doenças novas que existem e que fez de tudo para conseguir arranjar uma solução para salvar futuras crianças desse pesadelo.

Adorei este livro e a visão desta autora sobre este novo mundo, é sem dúvida uma autora a seguir.

goldgoldgoldgoldgold

Evernight – Opinião

Claudia Gray - Evernight

Título: Evernight (Evernight #1)

Título Original: Evernight

Autor: Claudia Gray

Editora: Planeta

Páginas: 296

Sinopse: A Bianca quer fugir.
Foi arrancada à sua pequena terra natal e inscrita na Academia Evernight, um sinistro colégio interno gótico onde os estudantes são estranhamente demasiado perfeitos: inteligentes, requintados e quase predadores. Bianca sabe que este mundo não é o seu.
Depois, conhece o Lucas. Tal como ela, não se enquadra em Evernight, e gosta que assim seja. Lucas ignora as regras, faz frente aos snobes e diz a Bianca que tem de ter cuidado – mesmo quando se trata de gostar dele. Mas a ligação que une a Bianca e o Lucas não pode ser negada. Ela correrá qualquer risco para estar com o Lucas, mas segredos obscuros estão destinados a separá-los… e a levar a Bianca a questionar tudo aquilo em que sempre acreditou.

Opinião

Este livro conta-nos a história de Bianca que vai com os pais, que são professores, para uma escola nova. Ela não quer ir para lá, porque é muito tímida e não quer deixar os amigos para trás. Outro dos problemas daquela escola é que a maioria dos alunos são bonitos e perfeitos e ela acha que não se encaixa lá de maneira nenhuma.

Isto até ela conhecer Lucas, um rapaz com quem ela sente logo uma ligação especial e depois não para de pensar nele. Acho que a rapariga se entusiasmou de mais e já estava a por a carroça à frente dos bois, mas é só a minha opinião.

Durante um bom bocado do livro só dá para perceber que os alunos daquela escola são um bocado esquisitos. Só depois é que numa das aulas se fala de vampiros e a partir daí já conseguimos perceber porque é que os alunos e alguns professores se comportam daquela maneira. São todos vampiros e alguns até bem velhos.

A história em si não me cativou, é muito simples e gira sempre em volta do mesmo. A Bianca só pensava que era uma vampira e que gostava muito do Lucas e que ele não podia descobrir o segredo dela. Depois de um momento para o outro já não há problema e conta-lhe tudo. A própria relação entre eles pareceu-me muito fraca, dava a sensação que a autora os tinha escolhido para serem o par romântico e por isso tinham de ficar juntos. Além disso a Bianca é um bocado dada ao drama.

Houve algumas cenas do livro que eu não percebi porque aconteceram, na minha opinião com vampiros a sério aquilo não aconteceria, mas isto é um livro muito teenager e tem de ser tudo muito cor-de-rosa.

A história é-nos contada do ponto de vista da Bianca por isso não dá para conhecer muito as outras personagens e isso deu-me a sensação de serem tratadas pela autora de uma forma muito superficial. Não consegui sentir empatia por nenhuma delas.

No geral o livro não está mal mas não me cativou, cheguei a um ponto em que o queria pousar mas sou teimosa e li-o até ao fim. Tem a sua piada mas não passa disso. Penso que não vou continuar a ler esta série.

goldgoldgoldgraygray

Zali Luna: Movie Star – Opinião

Emma Jamvold - Zali Luna Movie Star

Título: Zali Luna: Movie Star

Autor: Emma Jamvold

Editora:Kindle

Páginas: 161

Sinopse: Sixteen-year-old school girl Zali Luna has just been cast in her first Very Big Movie. But while going to Sydney and working with her gorgeous, world famous co-star Oliver Lamond is a dream come, Zali also has a very big problem. She’s pretty sure that she’s the only sixteen-year-old girl in the world who hasn’t been kissed, and soon she’s going to have to kiss Oliver on screen. Zali’s determined to get some kissing practice in before the big day, but there’s her malicious rival, child star Emma Small to contend with, and then there’s Harry, who may have feelings for Zali that go deeper than just friendship.

Opinião

A autora ofereceu-me este livro em formato ebook em troca de uma review honesta.

Este livro conta-nos a história da Zali Luna, uma rapariga de 16 anos, que recebe o papel principal num filme. Quem será o protagonista que contracenará com ela? Oliver, um ator famoso de 18 anos. A partir daí a autora dá-nos umas luzes sobre todo o processo que leva a gravar um filme, desde a escolha de guarda-roupa, maquilhagem até às filmagens em si.

Pontos positivos: gostei desta abordagem ao mundo do cinema e a todo o processo das filmagens. Achei bastante interessante.

Gostei da relação da Zali com os pais, é maravilhosa e eles apoiam-na em tudo e encorajam-na a seguir e lutar pelos seus sonhos.

Pontos negativos: A atitude da Zali. Eu sei que ter a notícia que se vai atuar num grande filme ao lado de uma grande estrela de cinema deve ser abismal, principalmente para uma miúda de 16 anos que nunca entrou em nenhum filme, mas bolas, temos páginas e páginas de texto sempre a falar do mesmo. Atrevo-me a dizer que se separarmos as crises que a miúda tem do resto da história ficamos apenas com metade do livro para ler (se tanto).

Outras das coisas que me irritou na Zali foi o facto de num momento gostar muito do Oliver (que nunca tinha conhecido) e no outro já gosta do Harry (só porque ele olhou para ela de forma diferente) e depois volta a gostar do Oliver. Foi uma grande confusão. A Zali tem 16 anos, é uma adolescente e anda com as hormonas aos pulos, eu percebo isso, mas qualquer rapaz que olhe para ela, ela já pensa que eles gostam dela. Exagerando muito eu acho que tinha a atitude dela quando tinha uns 12 ou 13 anos.

No geral não é um livro mau, é pequeno, por isso a história não dá para se prolongar muito. Achei apenas exageradas as atitudes da Zali, se não houvesse tanto drama acho que teríamos um livro muito bom. De qualquer maneira é uma boa leitura e até engraçada.

goldgoldgoldgraygray

Deadly Practice – Opinião

Bill Yancey - Deadly Practice

Título: Deadly Practice

Autor: Bill Yancey

Editora: Kindle

Páginas: 287

Sinopse: Who’s trying to murder Sarafea Seville, why, and will they succeed?
Seville admits she is overbearing. “A lot of people think I’m a bitch. I think that is a compliment.” She has recently been hired as the office manager of three urgent care facilities to direct their future expansion. Her employers, two doctors, spend more of their time chasing hot women, driving fast cars, and spending their profits than working. No one who labors under Seville enjoys her pointed remarks, threats, innuendo, or cheap shots. She has managed to fire almost every employee hired by the physicians when they first established their clinics. In addition, she has replaced those staff members with cronies of her own.
The earnings for the business have soared, but so have the expenses. Legally and illegally, Sarafea is finding more ways to capture money left on the table by insurance companies. In addition, Seville is well known to the medical community in St. Augustine, Florida. She has presided over the collapse of several practices. The demises of a gynecology practice, a surgical center, and several other medical clinics have been laid at her doorstep by some observers. She doesn’t interpret the failures as her responsibility. “If they had just followed my instructions,” she says, “they would have been much more profitable.”
To Addison Wolfe, MD, it appears someone is trying to murder Ms. Seville, the African-American Dragon Lady of accounts receivable. The problem is narrowing the field; everyone he knows wants her dead except her employers. And one prime candidate is Wolfe’s best friend, the ex-SEAL, Jake Harer. Worse, the physician partners who employ her are completely oblivious to their predicament. They have abdicated their responsibilities and can no longer run the centers without her. She’s destroying their organization from within.
Wolfe prefers the partners recognize the damage she is inflicting on their practice. Perhaps then they would fire her, but that scenario does not look promising. Wolfe can’t allow someone to murder the office manager. That conflicts with his beliefs and training to help preserve life. He has a hard time being devoted to protecting her, however, since he too would be happy to see her fired, or dead.

Opinião

Este livro conta-nos a história de Wolfe um médico que vai trabalhar para uma clínica privada. No início ele é contratado por uns conhecidos dele e eles prometem-lhe que é ele que irá gerir a clínica. O problema é que esses conhecidos, com a ganância de ganhar mais dinheiro e fazer da clínica um negócio lucrativo, foram contratar Sarafea Seville uma nova gestora que tem fama de fazer muito dinheiro. Não tiveram em conta é que ela vem sempre de clínicas que foram fechadas por fraude fiscal e outros problemas.

Gostei de ler sobre Wolfe, ele é um homem que sabe o quer da vida e sabe as suas prioridades mas luta com dívidas devido à sua clínica ter fechado. Sendo assim, ele é “obrigado” a aturar de tudo no trabalho para não ser despedido e perder os seus rendimentos. Quando digo aturar de tudo é bem verdade. Sarafea faz a vida negra a todos os trabalhadores e ele tenta sempre ser o amortecedor entre ela e o resto do pessoal.

Sarafea é mais do que uma cabra, não estou a exagerar. Às vezes pensava “Será que existem mesmo pessoas assim tão más?”. Pelas reviews que li parece que existem mesmo. Ela faz de tudo para fazer dinheiro, faz falcatruas, intimida os médicos e enfermeiros, altera documentos e despede os funcionários simplesmente porque eles não fazem tudo o que ela quer como ela quer. Ela é manipuladora e obsessiva e não descansa em quanto não tiver toda a gente a trabalhar como robôs. O único que lhe faz frente é Wolfe e mesmo assim ele tem medo dela. Os patrões não querem saber de nada, só querem o dinheiro no fim.

O problema é quando começam a surgir bastantes tentativas de assassinato contra a Sarafea, o que eu adorei. Podiam era ter sido bem sucedidos que eu não me importava 😛

No fim temos o Wolfe a pô-la no seu devido lugar e amei cada palavra dessa cena, adorei, tive uma sensação de justiça.

Gostei de ler este livro, as personagens pareciam reais, a história tinha sentido. A única coisa que não gostei foi do fato de haver muitas descrições ao longo do livro, muitas histórias sobre a guerra e descrições de lugares e outras histórias. Isso fez com que eu perdesse o ritmo de leitura muitas vezes e tornou-se cansativo. Outro aspeto que me fez confusão foi as personagens tanto se tratarem pelo primeiro nome como pelo último. Logo no início do livro há introdução de várias personagens e cheguei ao ponto de não saber quem era quem, foi um bocado confuso mas segui sempre em frente.

Deu para sentir empatia com as personagens e conseguia sentir o que elas estavam a sentir, o autor fez um trabalho excelente a transpor as emoções das personagens para fora do livro.

Este livro não é perfeito, tem as suas falhas, mas é uma leitura muito agradável. A história consegue prender-nos e sofremos junto com as personagens. Aconselho a quem quiser passar um bom tempo com um bom livro.

goldgoldgoldgoldgray

Pelo Correio #8

E durante a semana passada chegaram cá a casa mais alguns livros.

Pelo Correio 16-3-15 (2)

Rubi, The Rubi Red Trilogy #1 da Kerstin Gier

Safira, The Rubi Red Trilogy #2 da Kerstin Gier

Fiquei curiosa ao ler a sinopse do primeiro volume e depois de saber que havia também um filme Rubinrot não podia perder a oportunidade de comprar estes livros. Além disso as capas são lindas 🙂

 

Pelo Correio 16-3-15 (1)

Days of Blood and Starlight, Daughter of Smoke & Bone #2 da Laini Taylor

Pure, Pure #1 da Julianna Baggott

O primeiro livro tinha de o comprar obrigatoriamente, o primeiro desta série foi fantástico e sem dúvida um dos meus preferidos de sempre e consegui encontrá-lo a um bom preço com capa dura. Para quem quiser ler esta série em Português, já podem encontrá-lo nas livrarias porque a Porto Editora editou-o na nossa língua com o nome A Quimera de Praga a capa também é muito bonita.

A Quimera de Praga

O livro Pure já andava para comprá-lo há algum tempo atrás mas nunca surgiu oportunidade até agora. Também é capa dura e estou ansiosa para o ler.