The Selection – Opinião

Kiera Cass - The Selection

Título: The Selection (The Selection #1)

Autor: Kiera Cass

Editora: Harper Teen

Páginas: 336

Sinopse: For thirty-five girls, the Selection is the chance of a lifetime. The opportunity to escape the life laid out for them since birth. To be swept up in a world of glittering gowns and priceless jewels. To live in a palace and compete for the heart of gorgeous Prince Maxon.
But for America Singer, being Selected is a nightmare. It means turning her back on her secret love with Aspen, who is a caste below her. Leaving her home to enter a fierce competition for a crown she doesn’t want. Living in a palace that is constantly threatened by violent rebel attacks.
Then America meets Prince Maxon. Gradually, she starts to question all the plans she’s made for herself–and realizes that the life she’s always dreamed of may not compare to a future she never imagined.

Opinião

Eu gostei muito deste livro. Houve momentos em que fiquei triste, em que fiquei danada com algumas situações e personagens e momentos em que me ri. Gosto disso num livro, que nos encha de emoções, assim chegamos ao fim e sabemos que valeu a pena lê-lo e sabemos que foi um tempo bem passado com ele.

Temos a história de um país desfeito pela guerra e que viu como forma de assegurar alguma paz foi separar as pessoas em castas diferentes. À casta 1 pertencem a realeza e os ricos, à casta 9 pertencem os mais pobres. O pior de tudo é que não há muita forma de mudar de casta, só com casamento ou com muita sorte. Além disto tudo ainda temos alguns grupos revolucionários que passam a vida a atacar o palácio e a roubar ou matar pessoas.

Não é um livro perfeito, houve situações em que torci o nariz. Algumas delas incluem o facto de a protagonista dizer que pertence a uma classe baixa e que ela e a família têm de controlar os gastos e contar os tostões para terem dinheiro para comer, mas o que é certo, é que eles têm televisão, comem pipocas (1 vez por semana, mas mesmo assim…) e cada um tem direito ao seu quarto (eu sei que eram 6 filhos e que agora são 3, mas mesmo assim…).

Em relação ao romance da história é engraçado e é fofo. Há também um triângulo amoroso, se bem que depois de uma situação no início eu até pensei que nem ia haver mas mais para o fim temos o nosso famoso triângulo por parte da America. Por parte do Maxon há uma figura geométrica muito complicada.

Em relação às personagens eu gostei da America, é uma rapariga humilde, embora goste muito de estar sempre a falar nas castas de cada um. Gostei do desenvolvimento dos sentimentos dela pelo Maxon e das interações deles, foi do melhor que o livro tem.

O príncipe Maxon é muito educado a falar, com aqueles maneirismos todos de classes mais ricas e todas chiques 😛 Tem os seus momentos bons e os maus mas nada de especial.

Temos depois as raparigas da seleção, algumas são simpáticas outras dá para aturar e depois temos uma que é o ódio de estimação de toda a gente, menos do Maxon, ela tenta ser exemplar para ele (por razões óbvias).

Ao longo do livro vemos as raparigas a irem embora e o grupo a ir ficando mais pequeno. Nos próximos livro o objetivo é ficar só uma, que irá casar com o príncipe.

Eu aconselho para quem gostar de livros leves e que se leem bem e rapidamente. Gostei muito e espero ler os outros nos próximos tempos.

goldgoldgoldgoldhalf

Advertisements

2 thoughts on “The Selection – Opinião

  1. Pingback: Pelo Correio #38 | Anita Days

  2. Pingback: Leituras Maio 2016 – Parte 2 | Anita Days

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s