Bom Ano 2015

Desejos de uma boa Passagem de Ano junto de quem mais gostam e com muito champanhe e uvas passas.

Que o próximo ano traga muitas felicidades e ainda mais livrinhos do que o ano que está a acabar.

Não se esqueçam de fazer a vossa lista de intenções para o próximo ano.

 BOM ANO 2015

Advertisements

(Fairytale) Retelling Reading Challenge 2015

The Daily Prophecy

Outro dos desafio a que me proponho será este, sobre retellings de contos de fadas, que eu adoro e acho que me vai dar imenso prazer ler este género de livros.

Este desafio foi organizado pelo The Daily Prophecy e eu soube dele também pelo Chaise Longue. Este desafio propõe que sejam lidos o máximo de retellings de contos de fadas no próximo ano de 2015.

Cá em casa tenho pelo menos um que ainda não li, A Long, Long Sleep da Anna Sheehan, um retelling da história da Bela Adormecida e que eu tenho muita vontade de ler.

Vou tentar chegar ao patamar:

Magic mirror: 5 – 9 books

Podem encontrar mais informações e increverem-se aqui

2015 Mythology Reading Challenge

Primeiro desafio que me proponho a fazer para o ano de 2015.

Este desafio é organizado pelo Lili Lost in a Book e encontrei-o através do Chaise Longue, basicamente propõe lermos o máximo de livros sobre mitologia que conseguirmos.
Eu adoro mitologia e, por isso, este tinha de ser o primeiro desafio depois de ter iniciado este blog. Em casa já tenho 1 livro para ler, God of War de Matthew Stover e Robert E. Vardeman sobre mitologia grega.

Vou tentar chegar ao patamar:

God Level: 6-10 Mythology Books

Podem ver as regras e inscreverem-se aqui

Prendinhas no Sapatinho

Este natal os livrinhos foram poucos. Segundo o meu namorado, que foi o único que me deu livros, ainda havia mais mas não chegaram a tempo pelo correio 😦

Ainda por cima os CTT só trabalham na segunda e na terça, a ver se chega alguma coisa cá a casa antes do fim do ano.

Natal 2014 (1)

Bruxa Endiabrada The Hollows #5 da Kim Harrison.

Ponte de Sonhos Ephemera #3 da Anne Bishop. Já não lei à tanto tempo esta autora, já tenho saudades.

 

Natal 2014 (2)

The Book of Ivy The Book of Ivy #1 da Amy Engel. Fiquei curiosa com a review feita num blog.

Heir of Fire The Throne of Glass #3 da Sarah J. Maas. Esta série tem muito para dar e este livro é enorme, vai ser um consolo.

Archer’s Voice – Opinião

Mia Sheridan - Archer's Voice

Autor: Mia Sheridan

Editora: Kindle

Páginas: 345

Sinopse: When Bree Prescott arrives in the sleepy, lakeside town of Pelion, Maine, she hopes against hope that this is the place where she will finally find the peace she so desperately seeks. On her first day there, her life collides with Archer Hale, an isolated man who holds a secret agony of his own. A man no one else sees.

Archer’s Voice is the story of a woman chained to the memory of one horrifying night and the man whose love is the key to her freedom. It is the story of a silent man who lives with an excruciating wound and the woman who helps him find his voice. It is the story of suffering, fate, and the transformative power of love.

Opinião

Gostei de ler este livro mas pensava que ia gostar muito mais.

Houve alturas em que o livro era um bocado parado ou alturas (mais do que uma vez) em que as personagens voltavam a bater na mesma tecla e a fazer as mesmas coisas. Ao fim de algum tempo já eu estava a pensar “outra vez mais do mesmo…”.

Esta é uma história para o “pesado”, é triste e bonita ao mesmo tempo, dá para chorar e eu chorei para o fim, tinha de ser mas também dá para sofrer junto com as personagens, o que torna o livro emocionalmente interessante.

As personagens principais são muito doces e são quase perfeitas. São ambos muito bonitos, são muito fofinhos, ficam perfeitos juntos e entendem-se às mil maravilhas (nem sempre). Passaram ambos por momentos muito difíceis na vida e, juntos, vão conseguir ultrapassar grande parte deles. Dá para perceber que ambos vão crescendo e evoluindo ao longo do livro, que é basicamente dedicado apenas a eles.

As personagens secundárias são todas muito amigas e é muito fácil gostar delas mas não têm muito tempo de antena e depois temos 2 ou 3 personagens que são do piorio. Podia haver aqui um meio-termo mas há os bons e os maus, ponto.

Houve uma altura, depois do meio do livro, em que tive de parar de ler por um dia, estava a ficar muito maçadora e estava a custar-me a ler. De qualquer maneira, cheguei ao fim e estou muito satisfeita por ter lido este livro. Não é um livro leve para ler durante umas tardes de verão, é um livro que nos faz pensar nas outras pessoas e em como essas pessoas nos passam ao lado, quando na realidade precisam é de atenção e apoio.

Aconselho a ler este livro quem estiver interessado em fazer uma reflexão sobre os outros e sobre os problemas dos outros. Não dou as 5 estrelas porque me obrigou a parar a meio mas dou-lhe umas sólidas 4.

goldgoldgoldgoldgray

Magic Bleeds – Opinião

Ilona Andrews - Magic BleedsAutor: Ilona Andrews

Editora: ACE Books

Páginas: 349

Sinopse: Atlanta would be a nice place to live, if it weren’t for the magic. When the magic is up, rogue mages cast their spells and monsters appear, while guns refuse to fire and cars fail to start. But then technology returns, and the magic recedes as unpredictably as it arose.

Kate Daniels works for the Order of Knights of Merciful Aid, officially as a liaison with the mercenary guild. Unofficially, she cleans up the paranormal problems no one else wants to handle – especially if they involve Atlanta’s shapeshifting community. When she’s called in to investigate a fight at the Steel Horse, a bar on the border between the territories of the shapeshifters and the necromancers, Kate quickly discovers that there’s a new player in town. One who’s been around for thousands of years – and who rode to war at the side of Kate’s father. This foe may be too much even for Kate and Curran, the Beast Lord, to handle. Because this time Kate will be taking on family.

Opinião

Mais um livro espetacular desta autora, não desilude.

O que dizer da história…Gostei, conhecemos melhor as origens da nossa protagonista e mais alguns elementos da família, o que achei interessante.

A Kate e o Curran lá continuam às turras devido a um mal-entendido criado de propósito por outras pessoas, enfim. Mas quando eles se juntam, e finalmente eles estão juntos, a terra treme, ou pelo menos a casa fica toda virada do avesso.

A Kate continua a lutar contra os maus da fita e continuo a achar as cenas das lutas muito bem descritas, eu consigo imaginar tudo ao pormenor. Ela tem vindo a desenvolver e a controlar melhor os poderes e a cada livro me vou apercebendo que ela deve ser mesmo muito poderosa, cuidado com ela.

O Curran continua sempre determinado em proteger a sua donzela, como se a Kate fosse de vidro, mal ele sabe. Embora ele desconfie que ela não é muito normal. O que lhe acontece no fim deixou-me o coração nas mãos, vamos ver o que acontece com o Pack daqui para a frente.

Senti falta de outras personagens como o Jim e o Derek, costumavam ter mais tempo de antena e neste livro andaram um bocado longe. Eles apareceram mas eu gostava que tivesse sido mais.

Há outras personagens que vão aparecendo ao longo do livro que me irritam, armam-se em mandões e pensam que são os donos da razão. Por isso esta autora torna os livros muito completos, há personagens e atitudes que elas tomam que dá para termos todo o tipo de reações, o que é ótimo para quem lê o livro.

Outra das coisas que estes livros têm de bom é que cada um fala um bocadinho de mitologias de todas as culturas e eu adoro mitologia e aprendo sempre mais qualquer coisa com isto. Muito bom mesmo.

Por tudo isto, aconselho vivamente a lerem esta série e esta autora.

 goldgoldgoldgoldgold